Quais são as principais espécies de suculentas que existem?

As suculentas são plantas incríveis e cada dia que passa está caindo ainda mais no gosto popular. Mas, antes de falar sobre quais são as principais espécies de suculentas, vamos saber um pouco sobre o que é uma suculenta.
Uma das principais características das suculentas é que todas retêm muito líquido no seu interior, e é exatamente daí que surgiu o nome. Sendo assim, se você não tem muito tempo para regar suas plantas, essa pode ser uma ótima opção!
É importante lembrar que a suculenta e o cacto não são da mesma espécie. Os cactos têm como principal característica os espinhos, já a suculenta tem as folhas mais gordinhas. Aliás, algumas podem até parecer com um tipo de cacto, mas não são.
Ao todo existem cerca de 12 mil espécies de suculentas, por isso, vamos falar apenas sobre algumas espécies.

Suculenta Rosa de Pedra

Talvez essa seja uma das principais espécies de suculentas. Ela tem esse nome porque o seu formato lembra muito uma rosa. Suas folhas são bem carnosas e a coloração dessa espécie pode variar do verde azulado até toques sutis de castanhos. Ela cresce muito rápido, mas o tamanho final é pequeno, variando de 5 a 20 cm.

Espécies de suculentas- Colar de pérolas

Esse tipo de suculenta lembra muito as ervilhas ou um colar de pérolas verde. Aliás, a suculenta Colar de pérolas também soltam algumas flores brancas durante a primavera e o cheiro é bem-parecido com o de canela. Elas crescem bastante e podem chegar a quase um metro. Assim, é importante deixar o vaso em lugar recebendo o sol de forma indireta. Em relação à rega, deve ser feita com uma certa regularidade, uma dica para saber o ponto ideal da rega, é esperar o substrato secar.
A adubação dessa espécie de suculenta é feita semestralmente, assim como na maioria das espécies. Adicione húmus de minhoca, uma farinha feita da casca do ovo e um pouco de pó de café.

Suculenta estrelinha gorda

Com lindas flores amarelas e folhas cilíndricas com o formato de estrela. Essa espécie de suculenta costuma florir entre o outono e o inverno. Não costuma crescer muito, raramente ultrapassa 20 centímetros.
Elas amam sol, e essa espécie precisa receber sol diretamente! Já a rega pode ser feita apenas duas vezes ao mês! Assim, como as outras espécies o solo pode ser arenoso, mas é importante adicionar matéria orgânica.


Uma das principais espécies de suculentas é a Rabo-de-burro

Aliás, algumas pessoas conhecem essas espécies de suculenta como dedinho-de-moça. Essa suculenta tem sua origem no México. Talvez essa seja uma das espécies mais diferente entre as suculentas.
Essa espécie é perfeita para ser cultivada em jardins verticais. As flores são sempre pontiagudas, com tons que variam entre o amarelo e o verde.

Suculenta Rosa Negra

Seu nome é Zwartkop, mas acabou ficando conhecida por Rosa Negra. Assim, como a Rosa de Pedra seu formato lembra muito uma rosa. Ela ama receber a luz do sol direta e tem crescimento acelerado.
Assim, a época de floração dessa espécie é no inverno, sua flor tem uma coloração amarela e produz um contraste incrível com as folhas escuras que essa suculenta tem.

Espécies de suculentas Orelha-de-elefante

Essa é uma espécie de suculenta bem colorida, suas folhas podem ter tons verde claro, avermelhado e amarelo. A coloração dela é definida de acordo com a exposição do sol que a planta recebe.
O tamanho dela é aproximadamente de 60 centímetros. Sendo assim, ela gosta da exposição ao sol. Assim, ela gosta de rega bem abundante, mas precisa ser espaçada. É importante, realizar a adubação na primavera ou no verão. Para isso, utilizar o NPK 10 10 10 misture com cerca de 2 litros de água.

Orelha de Shrek

Podemos dizer que esse também é uma espécie de suculenta bem diferente, já que suas folhas são tubulares e possuem ventosas. O que lembra muito as orelhas do personagem Sherk.
Na maioria das vezes ela é verde, mas ela também pode apresentar tons avermelhadas nas folhas e suas flores podem ser rosadas ou brancas. Elas crescem bastante podendo chegar até 80 centímetros.
Assim, como as outras a exposição solar pode ser meia ou plena. Aliás, a quantidade de exposição solar é que define o tom avermelhado nas folhas. Em relação as regas, o solo precisa ficar seco, para uma nova rega. Porém, no inverno a rega só deve acontecer para evitar que as folhas acabem murchando.

Espécies de suculentas Plantas Fantasma

Certamente o nome Fantasma tem tudo a ver com o pó fosco que se forma em cima das suas folhas. Esse pó concede um ar sinistro a suculenta, para manter esse pó é importante evitar manusear a suculenta.
Ela tem pequena estatura, chegando no máximo a 20 centímetros de altura. Assim, como as outras espécies de suculentas, ela sofre variação na coloração de acordo com a exposição solar.
Aliás, pouca exposição confere uma cor rosada, mais exposição ela pode ter tons azulados ou acinzentados. A rega é só quando o solo estiver seco e nada de encharcar. Para manter ela sempre bonita, faça uma adubação na primavera e no verão com intervalos de 20 dias.

Suculenta Jade

Ela é bem parecida com a espécie de suculenta do Sherk, só que ela não forma ventosas na sua ponta. As folhas são mais grossas e sua cor tem um tom verde parecido com a pedra jade, daí vem o nome.
Dessa forma, suas flores surgem no outono, e as cores são rosas ou brancas. É importante plantar em um vaso grande, já que elas podem chegar até 1,8 metros! No inverno a rega deve ser só para manter as folhas vivas, já nas outras estações, rege duas vezes na semana, se o solo estive seco.

Espécies de suculentas Rosinha-de-sol

A Rosinha-do-sol tem como destaque as suas flores! Elas são abundantes e sempre surgem na primavera durando até o verão. Aliás, algumas podem resistir até o inverno! As flores são abundantes, pequenas, finas e possuem com muitas pétalas! Sua coloração pode ir do roxo ao rosa, e o tamanho pode chegar a cerca de 15 centímetros.
Assim, se quiser aumentar a quantidade de flores da Rosinha-de-sol, o indicado é deixar ela por mais tempo se expondo ao sol. No verão pode regar ela um pouco mais. Entretanto, no inverno não deve ultrapassar duas regas no mês.
O solo deve ser arenoso, mas é bom colocar matéria orgânica. Por fim, faça a adubação usando um fertilizante que possua fósforo para melhorar o crescimento das flores. Para isso, faça a adubação a cada dois meses.

Logo voltaremos dando mais dicas de outras espécies de suculentas. Quer mais dicas de como cuidar das suculentas? Acesse aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *